Cúrcuma: saiba mais sobre esse extrato incrível!

A cúrcuma, aquela especiaria amarela que você provavelmente já viu na cozinha, está se tornando cada vez mais popular devido aos seus benefícios para a saúde e seu uso como suplementação. Originária da Índia e muito usada na comida asiática, a cúrcuma não apenas dá cor e sabor aos pratos, mas também tem sido usada há muito tempo como remédio natural. Mas, o que é a cúrcuma e quais são os benefícios?

Neste artigo, vamos explorar a história da cúrcuma, entender por que ela é tão boa para a saúde, e como você pode usá-la em sua vida cotidiana e como suplemento. Vamos descobrir juntos os segredos desta especiaria surpreendente e como ela pode melhorar nossa saúde. Vamos lá?

O que é a curcumina?

A cúrcuma é uma especiaria de coloração amarela intensa extraída das raízes da planta curcuma longa, que faz parte da mesma família do gengibre. Ela conta de uma ampla aplicação na culinária, especialmente na gastronomia asiática, onde é empregada para trazer mais sabor, cor e aroma a diversos pratos. Para além de sua utilização na cozinha, a cúrcuma é reconhecida por suas propriedades benéficas para a saúde, graças aos compostos ativos presentes, como a curcumina, que lhe conferem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Devido a esses atributos, a cúrcuma tem ganhado destaque como um ingrediente em suplementos alimentares e remédios naturais, tornando-se uma escolha popular para quem busca uma vida mais saudável.

Como funciona o suplemento a base de cúrcuma?

Os benefícios e o funcionamento da cúrcuma estão relacionados à sua capacidade de modular várias vias moleculares no corpo. Seu principal mecanismo de ação é a inibição de moléculas pró-inflamatórias, como o fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa) e as interleucinas, que estão, também, envolvidas em uma série de doenças inflamatórias e autoimunes.

Além disso, a curcumina, o princípio ativo, ativa o fator de transcrição Nrf2, que regula a expressão de genes envolvidos na resposta antioxidante do organismo, e essa ação contribui para sua ação antienvelhecimento e a melhora da resposta imunológica do corpo.

Quais são os benefícios da cúrcuma?

A cúrcuma é um dos ingredientes essenciais no dia a dia de quem quer cuidar da saúde. Então, os seus benefícios são muitos, como por exemplo.

  • Melhora da inflamação: A capacidade anti-inflamatória da curcumina pode ajudar na gestão de condições inflamatórias crônicas, como artrite reumatoide e osteoartrite.
  • Melhoria da saúde mental: Além disso, estudos sugerem que a curcumina pode ter efeitos positivos no humor e na saúde mental, auxiliando no tratamento da depressão e ansiedade.
  • Saúde cardiovascular: A curcumina pode melhorar a função dos vasos sanguíneos, reduzir a pressão arterial e diminuir o risco de doenças cardíacas a longo prazo.
  • Suporte à saúde cerebral: Existem evidências de que a curcumina pode ajudar a proteger o cérebro contra doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.
  • Antioxidante: Como antioxidante, a curcumina ajuda a diminuir os efeitos do estresse oxidativo e protege as células do corpo contra danos.
  • Alívio da dor: Também, a curcumina pode proporcionar alívio da dor em condições como artrite e dores musculares.
  • Melhora na saúde digestiva: Por fim, a curcumina encontrada na cúrcuma ajuda na digestão e pode aliviar desconfortos gastrointestinais.

Como potencializar o efeito da cúrcuma?

A cúrcuma é conhecida por suas propriedades benéficas para a saúde, mas sua absorção pelo organismo pode ser limitada. No entanto, você pode tomar algumas medidas para potencializar o seu efeito e melhorar sua absorção, como:

Consuma com pimenta preta

A piperina, um composto encontrado na pimenta preta, pode aumentar significativamente a absorção do suplemento. Portanto, adicionar uma pitada do tempero à sua comida que contenha curcumina pode ser uma boa opção.

Use a cúrcuma em combinação com outras vitaminas

Hoje em dia há diversas fórmulas que combinam a fonte da curcumina, o extrato da raiz da cúrcuma, com outras vitaminas e sais minerais, tornando a sua ação muito mais potente e ajudando o seu organismo a manter o funcionamento e a saúde em dia.

Combine com gorduras saudáveis

Além disso, misturar a cúrcuma com fontes saudáveis de gordura, como abacate, azeite de oliva ou coco, pode melhorar a absorção da curcumina.

Qual é o princípio ativo da cúrcuma?

A curcumina é um polifenol que pertence à família dos curcuminoides e é responsável pela coloração amarela intensa do açafrão-da-terra, também conhecido como cúrcuma, além de ser o seu princípio ativo. 

Aproveite para conhecer o suplemento altamente concentrado em Curcumina, da Farmácia Bioquímica. Clique aqui e saiba mais. 

Quais são os efeitos colaterais da cúrcuma?

Embora a cúrcuma seja considerada segura em doses moderadas, algumas pessoas podem experimentar efeitos colaterais leves, como problemas gastrointestinais (indigestão ou diarreia), especialmente em doses elevadas. Além disso, há a possibilidade de reações alérgicas, embora sejam raras.

Logo, para evitar esses efeitos colaterais, é aconselhável começar com doses baixas e aumentar gradualmente, observando qualquer reação adversa.

Quais são as contraindicações e interações medicamentosas da cúrcuma?

Além disso, por mais que o suplemento seja seguro, ainda assim é contraindicada em algumas situações e conta com algumas interações medicamentosas, como:

  • Gravidez e lactação: A curcumina não é recomendada em grandes quantidades durante a gravidez, pois pode estimular contrações uterinas. Mas, o consumo moderado como tempero culinário é geralmente seguro.
  • Pedras na vesícula biliar: Além disso, pessoas com histórico de cálculos biliares devem evitar suplementos de curcumina, pois ela pode estimular a vesícula biliar.
  • Anticoagulantes: A curcumina pode aumentar o risco de sangramento quando combinada com medicamentos anticoagulantes, como a varfarina.
  • Medicamentos para diabetes: Os suplementos a base de cúrcuma podem aumentar o efeito de medicamentos para baixar o açúcar no sangue, levando a níveis perigosamente baixos de glicose.
  • Medicamentos para pressão arterial: Por fim, a curcumina, pode reduzir muito a pressão arterial quando combinada com medicamentos hipotensores.

Conclusão

Como vimos ao longo do artigo, a cúrcuma oferece uma série de benefícios à saúde, desde propriedades anti-inflamatórias até seu potencial ativo que ajuda a prevenir o câncer. No entanto, é importante usá-la com responsabilidade, seguindo as orientações de dosagem e considerando as possíveis interações medicamentosas.

Então, incorporar essa especiaria em sua dieta diária, seja como tempero ou em forma de suplemento, pode ser uma maneira eficaz de aproveitar seus benefícios. Lembre-se sempre de consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer novo suplemento, especialmente se você tiver condições médicas ativas ou estiver tomando medicamentos. 

Com os devidos cuidados, o suplemento de cúrcuma pode ser um aliado valioso na busca por uma vida mais saudável e equilibrada!

Fontes consultadas: Drauzio Varella l Viva Bem l Tua Saúde

Image by azerbaijan_stockers on Freepik.